Boa Viagem

Vandré VenturaBoa Viagem

sábado, 19 de abril de 2014

Sobre o silêncio dos sons quando



Saudações, embora o longo silêncio, volto a escrever a vocês hoje.
Entramos no inicio do mês de abril, no estúdio G4 pra as gravações das três canções que estarão no EP ainda sem titulo definido.
Já foram gravadas “Atlântico Estelar” e “Sei lá o Que”, ainda não decidimos sobre a terceira canção que irá compor o trampo, e enquanto essa confirmação não acontece, a gente vai adiantando todo o resto no que temos.
Meus fiéis e talentosos amigos de sempre Davi Ribeiro, Vinicius Pereira e Rodrigo Truyllio, seguem firmes comigo, enriquecendo e dando sentido as minhas palavras no papel.
Além destes grandes amigos, ainda tenho o privilégio de contar desde sempre com uma parceria ímpar que tenho para diversas canções que escrevi, Búfalos Disse o Índio, que traduz com perfeição as ondas a navegar em cada canção.

É muito bom se sentir em casa da forma que me sinto armando nosso QG no G4, além de todo o carinho do nosso querido Marcos Galarça nos esperando com bolo e café para sossegar nossa voluntária larica, ainda tem toda uma questão de raiz, que me leva a entender que é naquele pedaço de chão onde gastei tantas botasque deve ser o berço deste primeiro e oficial trabalho que tão sinceramente foi escrito, pois lá foi semeado, e agora volto para colhe-lo na minha grande e velha Viamão city.

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Espaço Urbano

A Chuva e o frio que já estavam quase esquecidos em pleno Agosto aqui pelas bandas do sul, só vieram há abençoar a noite do 25 de Agosto no Espaço Urbano Pub.
Em comemoração ao seu sexto aniversário, o Espaço Urbano Pub orquestrado por Fabrício Giordani celebrou a data com diversas apresentações locais que só me fizeram sentir orgulho dos talentos que crescem na modesta ou quase inexistente cena cultural viamonense.
Há exatos seis anos o Espaço Urbano se mantém de pé abrindo suas portas para as fagulhas da cultura que ainda acreditam pode ser diferente.
Apesar já ter prestigiado a casa diversas vezes nestes seis anos de vida, ainda não havia posto meus pés no palco que tantos já acolheu.
Tivemos um tratamento muito carinhoso e atencioso do Fabrício Giordani que gerencia o lugar e do nosso velho parceiro Marcos Pereira do estúdio G4, que respondeu pelo som do ambiente.
Deixo aqui meus parabéns e que viva para sempre este espaço tão importante para a cultura viamonense. E ao meus amigos de palco que fazem parte desta "Boa Viagem" deixo meu eterno carinho, sem vocês nada seria como é.
Abaixo segue um modesto registro da canção " Sei Lá o Que ". E até breve se Deus quiser.














quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Quem é no arco-íris
















Amor sou eu
Já amanheceu e vim despertar
Quem ficou sofreu
Porque tudo que era eu ninguém veio buscar
O menino cresceu
E quem é no arco-íris que meu céu vem cruzar?
E a gente se perdeu voando juntos de mãos dadas no ar
Lá longe!
Nem tão longe que eu não possa chegar
Lá longe!
Lá no horizonte onde o sol vai deitar.
Já escureceu e toda luz que tenho vem do teu olhar
Todo som sou eu
E já não há mais mesa nessa sala de estar.
O beijo se perdeu na boca, que perdeu a língua que quis falar
Que o abraço é teu mesmo que tão longe eu tenha que te levar
Lá longe!
Nem tão longe que eu não possa chegar
Lá longe
Lá no horizonte onde o sol vai deitar


terça-feira, 16 de agosto de 2011

Tão Bem

















Quem é você que vêm chegando ai?
Fico um pouco encabulado quando vejo teu carro
Mas te deixo que me roube daqui.
Ó meu amor eterno, que se esconde em um castelo.
Que eu prometo que não vou fugir
Se for pra sempre aos teus cuidados, eu fico aqui.
Acorrentado e condenado há morrer de amor
Livre dos meus medos, só teu agora sou.
E nos teus olhos os pecados que me atraem também.
E nos teus olhos os pecados que me atraem...
Tão bem.
O nosso teto as estrelas que tocamos com as mãos
Vendo de perto Saturno, Marte, Vênus e Plutão
A luz da lua brilhante parece nos sugar
Vêm junto na viagem, azar da gravidade.
Que outros mundos a gente vai visitar
E se tiver amor sobrando a gente tráz pra cá.
Meu bem que lage até você que disfarça tão bem
Deixou eu perceber...
Que o pecado nos meu olhos te atrai também
Que o pecado nos meus olhos te atrai...
Tão bem.
 Tão Bem - Ao Vivo


domingo, 31 de julho de 2011

Premiére Artebar


















Tudo pronto para essa noite, já ensaiamos e agora voltamos da passagem de som, esperamos oferecer ao publico todo melhor que somos e que pudermos apresentar.
Esperamos cada um de vocês para mais uma parada nessa boa viagem, e agora na
estação Art&Bar. Até a noite gente!


segunda-feira, 25 de julho de 2011

Cultura Rock Club - Muito Obrigado

E assim nós encerramos nossa temporada no projeto Cultura Rock Club na usina do Gasômetro.Queria agradecer a todos os envolvidos desde a equipe que organiza o projeto, com um salve muito especial para o Alexandre Munhoz que esteve conosco o tempo todo, até cada convidado, cada amigo, cada desconhecido que esteve presente e pode pela primeira vez conhecer este projeto na usina assim como o nosso trabalho chamado Boa Viagem. Teríamos mais uma apresentação no dia 30 de Julho mas por motivos de força maior realmente tivemos que antecipar nosso encerramento.
Foi maravilhoso cada instante que passamos lá na presença de cada um de vocês, e espero vê-los em breve por ai pelas esquinas ou nos palcos da vida que nos aproxima.
Fotos: Betânia Dutra


quinta-feira, 14 de julho de 2011

A Luz de Velas














E foi assim nossa tarde na primeira apresentação no projeto Cultura Rock Club, velas, vinho , flores e rock para esquentar a tarde nem tão fria que fazia em Porto Alegre.
Esperemos nas próximas tardes platéias tão especias quanto a que tivemos nessa primeira apresentação, que ajudou também com um agasalho para essa campanha de inverno 2011, que por mais incrível que pareça ainda tem gente morrendo de frio.
Foto: Roberto Damasceno

sábado, 25 de junho de 2011

Cultura RockClub apresenta:


É com imenso prazer que confirmamos nossa presença neste maravilhoso projeto que é o Cultura RockClub, que desde sempre vem apresentar projetos independentes de nossa cena cultural.
Graças a esse importante incentivo de seus organizadores grandes artistas já passaram por este palco, desta  vez estaremos por lá apresentando as canções deste disco em andamento chamado "Boa Viagem".
Iremos apresentar onze canções e algumas participações especias, afim de enriquecer os sábados na chaminé com outros nomes da cena independente como: Roberto Damasceno, Marjorie Johnson, Bibiana Morena, Buffalos Disse o Índio entre outros.
Então mais uma vez espero vocês!

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Até o Próximo Luar














Foto: Betânia Dutra

Ola! como vai você?
Aqui chove bastante a saudade de você.
Que não me deixa mais dormir.
Que não me deixa mais pensar .
Se começo a te esquecer, ou te espero chegar.
Quem é que cuida de você?
E onde você está?
Quem é que põe as suas coisas no lugar?
Porque eu sigo só aqui a te esperar até o próximo luar.
Há! só pra ti saber
Que ainda os meus lençóis perguntam por você.
Acredita que outro dia me enrolei só pra dizer:
Que a bela da foto a gente não vai mais aquecer.
Se foi o meu juízo.
E onde ela está?
A tua inocência bem
Eu quero me entregar.
A carne é quem paga só pra minha alma salvar
Enquanto eu sigo só a te esperar até o próximo luar.
Até o próximo luar.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Sei Lá o Que

















Ainda dói em mim passar no portão dela
E quem já naufragou em mim
Já não aparece na janela.
E quando eu passo quando eu posso eu disfarço
Porque a minha vida é a linha das tuas mãos
E sigo calado mergulhado nos passos
Que confirmam as suspeitas que eu ando sem chão.
É só saber!
Eu inverto a poesia que um amigo me dizia
Que as noites de inverno não precisam de você.
Sei lá o que!
De uma casa tão vazia que ainda sente tua partida
Está tudo tão na cara, já não da mais pra esconder.
Agora eu fico aqui, ficou gigante o nosso quarto
Eu sinto falta sim, de ver jogados os teus sapatos.
Me sinto tão fraco lançado ao espaço
Se isso é ser livre eu quero a minha prisão.
Escuta esse otário que ainda guarda o retrato
Que fala sozinho e não tem atenção.
É só saber!
Eu inverto a poesia que um amigo me dizia
Que as noites de inverno não precisam de você.
Sei lá o que!
De uma casa tão vazia que ainda sente tua partida
Está tudo tão na cara, já não da mais pra esconder.

terça-feira, 5 de abril de 2011

A Falta Que Faz














FOTO: ROBERTO DAMASCENO

O tempo passa e você não vem.
E a tua falta que adormece minha cidade
Me queima tanto que acende outra vez
E de relance eu percebo a verdade.
Me dá saudade sempre
Assim da gente no meu quarto apertado.
Me leve agora e sempre
Que eu me seguro no cordão dos teus braços.
Que falta faz você meu bem
Que falta faz...
Você se esconde eu eu descubro outra vez
Aonde vai.
Fica baby e não,não,não bye,bye
Fica baby e não...
Teus olhos dizem o que eu quero dizer
E o que eu não digo está na minha cara
Senta aqui e vem me dizer
O que fez hoje e se está muito cansada.
Meu amor está no amanhecer
E na cera do chão da sala.
Os quatro cantos cantam pra você
Na tua falta o meu sorriso é sem graça.
Que falta faz você meu bem
Que falta faz...
Você se esconde eu eu descubro outra vez
Aonde vai.
Fica baby e não,não,não bye,bye
Fica  baby e não...

sábado, 5 de março de 2011

O Rosto Que Sorri



Eu paro e vejo dando atenção
A tudo aquilo que me chama atenção.
Eu paro e esqueço da televisão
E dentro do peito eu mudo de estação.
E quase não sinto o tom da canção
Embarco sozinho no último vagão.
Aqui dentro tua voz em mim
Lembrando o rosto que sorri.
E na janela tudo vai ficando igual
A uma distância natural.
A tua cor é a cor da noite
E o teu beijo mora em mim.
Eu vou saindo bye,bye fim.

video

quinta-feira, 3 de março de 2011

Quinta Mistureba no Jekyll

Outra noite muito bacana aconteceu no Dr Jekyll no último dia 24/02 no projeto Quinta Mistureba. Bibiana Morena arrasou com seus rocks abrindo essa noite quente de lua cheia. Agradeço a presença de todos aqui que se mostraram abertos afim de músicas inéditas, sem a presença de vocês nada disso teria acontecido. Muito obrigado a todos pela linda noite que fizeram com a gente.
Vai aqui também neste post um agradecimento muito especial para minha "negona" que sem ela me ajudando em tudo que vocês podem imaginar, seria impossível realizar toda essa correria.
Vou deixar aqui também os nomes dessa turma da pesada que participa dessa "Boa Viagem" comigo:
* Rodrigo Truyllio - Guitarras
* Vinicius Pereira - Contra-Baixo
* David Ribeiro - Bateria
* Renato Batista - Trompete
* Celso Cunha - Trombone
* Tito - Sax Tenor

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Agora é Quinta !

Oi gente! É junto desta grande compositora que canto mais uma vez no Dr Jekyll os rocks do meu disco "Boa Viagem". Bibiana Morena cantora e compositora da cena independente de Porto Alegre leva com ela os criativos Multicromáticos para apresentar canções como: "Gaia Azul", "Em Casa" e "O Mofo".
Além dessas inéditas canções também não faltarão "A Última Semana", "Tão Bem", "A Falta que Faz" e "Andando Jazz".
Minha última noite no Jekyll foi incrivel junto os Cardinales, e agora junto da "Bica" Peço o carinho de vocês novamente nessa noite de rocks inéditos feito pra vocês.
Então é isso gente, dia 24 de Fevereiro as 22 horas Vandré Ventura e Bibiana Morena no Dr Jekyll com o projeto Quinta Mistureba, valeu e até amanhã!

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Pizê

FOTO: BETÂNIA DUTRA

Porque voar ? Porque ficar ?
Porque partir? Porque voltar?
Porque que fica impune?
Pra que serve uma placa de não fume?
Onde é que está e pra onde vai?
Cadê a mão que não segura mais?
Tua falta trás um frio...
E um quarto vazio.
Porque fingir que não me vê
Se apareço só pra você?
Eu reparei no teu casaco novo marrom
E no brilho do teu olho.
Que não vê mais esse rapaz
Que ainda ancora no teu cais.
Eu não quero que seja segredo
E te digo o que é sossego.
Meu amor estou sem emprego
E o que eu tenho porque não serve mais?
E o que eu faço com o desejo que sufoca o meu peito de um jeito tão voraz?
Eu te liguei só pra saber como vai por ai você.
O resultado do teu abandono são as minhas mãos no bolso.
Que não podem mais tocar desaprendendo a afagar
E a loucura que consola agora
É que foi melhor ter ido embora.
Mas dói demais o meu viver
Que não é mais o mesmo sem você.
Sinto falta das caminhadas...
E de nossas madrugadas.
Meu amor estou sem emprego
E o que eu tenho porque não serve mais?
E o que eu faço com o desejo que sufoca o meu peito de um jeito tão voraz?
Perdi o lugar em tua vida só porque eu ando a pé
Mas como o orvalho eu me renovo sendo tudo que eu quiser.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Terça Foda no Jekyll



Muito obrigado!! Graças a cada um de vocês tivemos uma noite fantástica no Jekyll junto com os Cardinales que abriram a noite com seus rocks que admiro demais.
Nesta noite de rocks inéditos pude apresentar quase todas as canções que estarão no meu disco "Boa Viagem" debaixo de amor, alegria, entusiasmo que senti olhando no olho de cada um e também o astral ímpar que respirava ali.
Bem gente muito obrigado mais uma vez, e espero que a noite venha testemunhar muitas e muitas vez ainda tanta gente bonita afim cantar junto essas coisa do amor. Deixo também neste post mais uma foto de Betânia Dutra, minha amiga que também registra este vídeo com o som "A Última Semana".

video
http://www.youtube.com/vandreventura

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

O Palhaço dos Pássaros

Eu sou um espantalho o palhaço dos pássaros que vive a esperar.
Eu observo o vento que com o passar do tempo vai derrubar.
Entre a mentira e a verdade, o campo e a cidade eu vou estar
Sinto meu corpo crucificado
E amordaçado eu não posso gritar.
Mas com que me pareço?
Neste jardim todo seco.
Aqui estou eu, um Cristo de trapos
Quem sabe eu não sou o seu retrato.
Pássaros esperem por mim estou aqui Me levem pra longe, pra longe de mim.

Eu sou um espantalho o palhaço dos
pássaros que vive a esperar.
Eu seco com o vento e só bebo a aguá que a chuva me dá.
Cai uma lágrima no rosto de palha chuva será?
Eu vou cantar, eu vou gritar apartir de agora.
Algo mudou.
Vivo estou.
Bela juventude comigo não se assustem
Eu vou cantar pra vida chegar.
Mas por enquanto eu ficio aqui
Esperando ajuda para partir.
Aqui estou eu, um Cristo de trapos
Quem sabe eu não sou o seu retrato
Bela juventude comigo não se assustem
Eu vou cantar pra vida chegar
Pássaros esperem por mim estou aqui.
Me levem pra longe, pra longe de mim.

domingo, 14 de novembro de 2010

Mistureba

É isso aí!
No próximo dia 07/12 os Cardinales e Vandré Ventura farão juntos uma noite cheia de rocks inéditos no Dr Jekyll, ali na Travessa do Carmo, 76 Cidade Baixa.
Embora a data seja em uma terça-feira, a gente espera sim cada um de vocês lá, a energia dos amigos é muito importante para nos trazer confiança e levar para todos um bom show.
E para aqueles que nunca viram nenhuma das atrações, esta é uma ótima oportunidade para conferir o que esses viamonenses têm pra dizer.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

A Dama


Ainda que eu não lembrasse do rosto
Não esqueceria teu cheiro e teu gosto
Que dissolve lentamente em mim
E quantos mais você fez se sentir assim?
Confuso, tonto, calado um pouco inquieto
Só pensando em tudo que quero
Pago o preço seja ele qual for
Por pequenas grandes doses de amor.
Doses de amor...
Você bela dama da noite
Quais os mistérios que esconde?
E quantos mais ainda estão por vir?
Atrás da montanha caiu uma estrela
Que só eu vi.
Que só eu...
Ela não recebe flores
E se esconde atrás de outro nome
Que a noite mesmo lhe batizou
O desejo vem e leva embora o amor
Que se confunde com meu jeito de pensar
Não quero dormir com medo de sonhar.
Medo de sonhar...
Você bela dama da noite
Quais os mistério que esconde?
E quantos mais ainda estão por vir?
Atrás da montanha caiu uma estrela
Que só eu vi
Que só eu...

sábado, 23 de outubro de 2010

São Léo

Valeu a presença de todos meus amigos nessa noite onde pude pela primeira vez apresentar meus rocks em São Léo. Espero poder estar outras noites em qualquer lugar com vocês sempre por perto.

sábado, 16 de outubro de 2010

domingo, 10 de outubro de 2010

San'Lou

No próximo dia 19 de Outubro às 22 horas estarei no Armazém San' Lou apresentando as canções do disco "Boa Viagem" que ainda estão em estúdio.
Vai ser meu primeiro show em São Léo e queríamos muito de ver esta casa lotada apesar de ser terça-feira, mas pra quem curte músicas inéditas e não que dormir cedo é bom dar um pé lá porque vai ser divertido.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Antes de Dormir


FOTO: ROBERTO DAMASCENO
 Se eu não te desperto mais
E a minha voz não te traz mais paz
Eu desço as escadas pra sumir.
E ainda que eu não seja capaz
De entender todos teus sinais
Eu peço a tua saúde antes de dormir.
De joelhos de frente ao espelho
Que já chegou mas faltou tu colorir.
Me passa o molho
Me dá um beijo no pescoço
E senta aqui bem, que eu vou te servir.
De tudo que eu sei
É que do veneno que eu provei
Me mata aos poucos e no meio fio me faz cair.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Entre o Sol

O sol do meu quintal não aquece meu espirito
Ao luar o meu sinal e nem sei se ainda estou vivo.
Entre a bala e o disparo e todos os acasos
Entre as burrices que eu faço que me tornam vulnerável.
Entre o pé, o pó e mão e a fumaça do cigarro
Entra sua descisão e os planos que não faço.
Entre e idéia e a viagem
A beira ou a margem
Entre a chuva que hoje desce e o pôr que já vai tarde.
Entre dós e outros tons
E todas as escalas.
Entre as flores do deserto que nascem na estrada.
Entre o beijo e o olhar e a lingua que não fala
Entre o que te faz pensar e as pedras da calçada me deixe estar.
A léguas do asfalto entre vaias e aplausos
Entre tudo que roubaram e o que nunca foi me dado.
No encanto do encantado e naqueles olhos rasos
No sono acordado e no vento que foi ventar.



domingo, 26 de setembro de 2010

A Outra Janela


Quero estar só não me mande mensagens.
Quero sentir saudade que deve ser melhor do que estar a tua espera, em outra janela só pra ver se pelo menos te vejo passar.
E quando essa hora chegar você vai rogar a mesma praga de sempre.
Que eu vou encontrar uma pessoa que me faça sentir o que sentes, quando eu digo que estou indo e você não vê chegar.
video

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Ao Som de Velas


Grande noite de muito rock e bate papo onde pude expressar minhas ideias e meus rocks de amor.Todos estão de parabéns pela noite, Garota Verde, minha turma que é da "pesada" e principalmente ao público que se fez presente afim de ouvir musicas inéditas.
Deixo então nesta noite solto no ar cada verso, distribuidos em oito capitulos, todos escritos antes do jantar afim de vê-la daqui que me leva pra deitar.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Show


Fiquei muito feliz com o convite da Garota Verde para participar do seu show no café da praça no próximo dia 10 de Setembro em Viamão. Espero corresponder à altura com meus rocks e poesias que escrevo quase sem querer. Fica aqui meu convite à todos vocês a embarcarem agora mesmo nesta boa viagem.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Não Toque Nos Vivos


Fez calor demais nestes dois dias set que me fizeram derreter, mas estava ótimo, o meu personagem misterioso que é, parece que acabou fluindo com a ajuda de toda a equipe que comprou a idéa de maneira ímpar.

Além de minha participação dando vida para morte, a canção " Andando Jazz" é escolhida para trilha deste curta-metragem ainda sem titulo. Sob a direção de Guilherme Borges e ajuda de todos os envolvidos acho que teremos um bom resultado.

Espero ter colaborado como todos merecem atuando e com as trilhas do filme que ainda não estão prontas.

Enquanto não é finalizado a segue agora rumo ao show no Café da Praça a convite da Garota Verde e se preparando também para o tão esperado show no cine Sta Isabel.

domingo, 15 de agosto de 2010

As Noites de Inverno Precisam de Você

Apesar de parecer que esta estrada não tem mais fim, eu sigo incansável na caminhada interminável desta boa viagem que me leva a cada letra a procura do colo dela.
Ainda não temos a liberação oficial do cine Sta Isabel, para o show junto a Cattarse e a Garota Verde. Mas no próximo dia 10 de Setembro no Café da Praça em Viamão vou poder apresentar as canções que venho escrevendo ao longo desta estrada como: "Sei Lá o Que", "A Última Semana", "Pizê", "Filme Mudo" entre outras que compõem meu disco. Tudo ao lado da Garota Verde que convida para esta noite simples de rock e amor.
Bem, eu sigo nas estradas do sul com ou sem céu azul e ainda espero vê-la na janela.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Botei pra Dois


Outra porta, casa nova, outras cordas e quem acorda?
A mesma vida em outra esquina gente fina e suas botas.
E quem diria que eu em uma noite fria serviria a solidão na sala de estar.
Mas eu não estou sozinho e meus passos no caminho me levam pra deitar.

terça-feira, 22 de junho de 2010

Andando Jazz - ( Ao vivo)


Olá! Deixo pra vocês hoje a gravação de meu último ensaio com a canção "Andando Jaz" que compõe meu disco que ainda esta em processo de gravação.

E só pra relembrar: " Se um drink mal fizer" vá até o myspace e com um clic siga só " Andando Jazz".

terça-feira, 8 de junho de 2010

Diz Você


FOTO: BETÂNIA DUTRA

Não sei quem é você amor
E talvez esteja na próxima das oito dentro dos meus sonhos.
Está claro agora e de uma vez por todas
Embora eu não vou.
Vem e me diz se és feliz
E esse meu jeito meio assim covarde
Faz com que o futuro fique pra mais tarde.
Me dá teu ombro agora
Eu tenho muito bem pra te contar
Do nada que eu vivi até você chegar.
Me deixe quieto aqui
Eu preciso apenas de um instante
A sós com um inimigo que é um amigo importante.
Não foi sem querer que dentro de você
Encontrei tudo que é bom de se ter.
Quente e valente puro amor .
Me tráz devolta agora pro teu mundo
Ou caio agora mesmo pra dentro dos meus pulsos.
Diz você o que será
Da boca que só sabe te beijar, mas na falta de você aprende a gritar.
Não foi sempre assim
Teve um tempo louco de prazer e é em nome disso tudo que eu quero te dizer..
Não foi sem querer que dentro de você
Encontrei tudo que é bom de se ter.

O Disco

FOTO: BETÂNIA DUTRA

Estamos com o repertório quase na mão, ouvindo muito e ensaiando nos horários mais malucos do mundo.


As idéias são tantas que apesar da dor de cabeça que me acompanha a dois dias e meu estômago que não para de vomitar até o que eu não comi, a gente segue estrada a fora.


A canção "Quando o Sol Chegar Bom Dia" está ganhando um vídeo em stop motion feito a partir de desenhos que estão aos cuidados de Sheila Marafon, que também idealizou a idéia.


Espero logo estar com tudo isso em mãos para que eu deixe de seguir sozinho por cima dos telhados.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Ensaio

Bem, tivemos até hoje três ensaios e está ficando interessante, apesar ser tudo recente já estamos ensaiando para o showzito acústico que vai rolar no cinema da Sta Isabel junto com a formidável Garota Verde.
Rodrigo Truyllo responde pelas guitas do disco, acompanhado pela batera de David Ribeiro e o baixo de Vinicius Pereira. Embarcamos todos nessa "Boa Viagem" apesar de ainda estarmos esperando esse tecladista. Enquanto
isso não acontece, a gente segue explicando como se inverte.

terça-feira, 11 de maio de 2010

Filme Mudo

Saudade se foi, botei pra dois.
Fico sem jeito todo na frente dela.
E sigo pra contar o meu depois
Que tive sono e dormi à luz de velas.
Que tive fome e comi na cama dela.
Que esperei demais por quem já não me espera.
Pra jantar e pra sonhar
De vez em quando nossa canastra.
Espere um pouco que eu chego lá
E vamos ver com quem a sorte está.
Gritando assim comigo amor por que?
Quem sabe um beijo de cinema entre eu e você.
Não sai daí que eu volto já.
"Prus" teus braços assim mesmo todo sujo.
E um silêncio imenso veio no meu mundo
E casa toda grava o nosso filme mudo.

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Ouvindo Borboletas

Quem diz que vai não vai jamais
Se você for eu vou atrás.
Eu só vim te pedir
Que meu bem fique aqui...

segunda-feira, 26 de abril de 2010

A Espera

Ela diz que nunca insiste
E que o respeito não tem mais dentes.
E eu dormi num bar sozinho
E sonhei inconsciente.
Quando chega o fim da noite
O sol arde tão derrepente.
E quem fica nem se esconde
Dos flashes mais indecentes...

Sei Lá o Que

Bom dia!

Disponibilizei uma versão acústica de "Sei Lá o Que" para vocês conheçam uma das canções que fazem parte do disco, é só clicar ali em cima no myspace, espero que o quanto antes outras estejam à disposição de todos. Valeu!!

sábado, 24 de abril de 2010

Eu Fico Por Aqui

Depois de algum tempo sem nunca ter estado aqui, resolvi passar as últimas novidades que tenho em relação a meu disco depois de ter aparado o bigode sem tesoura, debaixo dos olhos dela.







As gravações pararam um pouco, mas não vejo a hora de estar com tudo pronto. Hoje estou dando prioridade nas gravações para duas canções em especial: "O Rosto que Sorri", que vai para o curta-metragem que tem o mesmo nome - de roteiro e direção de João Kowacks - e "Andando Jazz", que vai para o curta-metragem chamado Hipertensão, de Felipe Prux.


No último dia 17/04 foi o ensaio para a gravação no dia 18/04 de um vídeo para o site, e foi fantástico! As atrizes Vivi, Nana e Martina são gênias! Já tinha curtido muito quando fui assistir a peça "Fando e Lis" e por essa razão as convidei para fazer parte de tudo isso.



Tive ajuda de muita gente, Cristiano por exemplo, que cuidava das cordas do rapel, nem sequer tinha me visto antes, Chico que cuidava da câmera também nunca tinha me visto e abraçaram o projeto. Mas também estavam lá nossa amada Betânia, Roberto Damasceno, que também me acompanha desde sempre, Bibiana Morena (a Bica), que cedeu o estúdio, o Dudu que está cuidando do site, e ainda Simone, Aline e Sheila.



Agora é muito ensaio, tocar o barco com as gravações e finalizar o roteiro do clipe de "Andando Jazz" que é nossa próxima indiada. Muito obrigado à todos e até amanhã.

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Andando Jazz

Não entendi esse teu curta-metragem
E me rendi sendo todo e tua arte
O plano aqui era só seguir viagem
Meu kikito é você na bagagem
Se um drink mau fizer
Eu sigo só andando jazz

Deite-se aqui bem juntinho do meu lado
Me joga pro céu
Me puxa pro pecado
Nosso set de mel
Foi gravado no teu quarto
Mas eu sigo sozinho
Por cima dos telhados
Se um drink mau fizer
Eu sigo só andando jazz

Em você o meu clown
O picadeiro está montado
Entra em cena o trapézio
E eu seguro nos teus braços
Pra terminar um nariz avermelhado
Como é triste o palhaço que flutua descalço
Se o aplauso não vier
Eu sigo só andando jazz

Por detrás do teu véu
Esse mar em azul claro
Que me afoga no beijo
De um texto sem ensaio
E se quiser ficar abrace esse acaso
E se te encontrar com alguém eu disfarço
Desvio se puder
E sigo só andando jazz